sábado, junho 09, 2012

All I Want Is You - Capítulo 21


*Samantha on*



Deixei eles no hotel com meu coraçao na mão... Os unicos que verei logo são Justin e Pattie, Graças a Deus! O motorista abriu a porta gentilmente e me ajudou com as malas. 




-A senhorita precisa de algo mais?

-Não, obrigada...

-Joseph.

-Obrigada, Joseph! 

-A senhorita não parece muito bem...

-Sammy, por favor. Eu só estou um pouco cansada Joseph... 

-Tudo bem então... Podemos ir?

-Sim, quando quiser.





Assim que fui entrar no carro Justin aparece na porta do hotel e me chama. Imaginei que eu tinha esquecido algo lá, mas ele me deu o amuleto que ele usava desde quando o conheci! Aquilo foi simplemente o melhor presente que ele podia me dar, e só eu sabia o quanto aquele amuleto significava pra ele. Depois de termos nosso abraço interrompido por Pattie ele se foi e eu entrei no carro. Não contive as lagrimas... Aquele simples presente tinha um grande significado. Justin NUNCA o tirava, nem pra tomar banho, nem pra dormir, simplesmente nunca tirava! Joseph ainda tentou se certificar se eu realmente estava bem e tentou me consolar. Aquele senhor com certeza tinha muita sabedoria adquirida com seu tempo de vida. Ele me começou a me contar uma historia da sua época de adolescente pra me distrair durante o caminho. 






-Era 1965 quando conheci Mellanie. Tinhamos uns 16 anos na época. Nos tornamos grandes amigos após uma feira cultural que havia em nossa cidade todos os anos. Haviam gincanas e em uma das brincadeiras fomos sorteados como uma dupla e desde então não nos separamos. Mell era popular e eu era apenas o garoto quieto que estudava o tempo todo. Quando ela começou a andar comigo na escola foi um choque pra maioria das pessoas, porque ela era bonita e poderia ter o garoto que quisesse, mas ela escolheu a mim. Um dia me declarei a ela e ela saiu correndo. Imaginei que eu não fosse correspondido e por isso fiquei fora por um tempo. Duas semanas. Quando voltei descobri que Mell estava internada. Fui no hospital para ver o que havia acontecido e a mãe dela me contou que ela fugiu pois o ultimo garoto que lhe disse que a amava a traiu e que quando ela se deparou com outra declaração se apavorou. Depois do meu sumiço, ela ficou muito mal e imaginou que eu tivesse me matado ou fugido da cidade e tentou suicídio pulando de uma ponte que havia nas periferias da cidade. Me senti mal com isso e comprei um buque de flores numa floricultura que havia ali perto. Pedi para poder visitá-la e a mãe dela achou que fosse melhor pra ela. Entrei em seu quarto e vi que ela estava com a perna quebrada e um dos braços enfaixado, o impacto com as pedras do rio foi forte... Pedi para que ela nunca mais fizesse isso e que ela prometesse que nunca mais iria me deixar. Naquele dia mesmo a pedi em namoro e os pais dela permitiram. Foi um dia maravilhoso aquele...

-E o que aconteceu com Mellanie? 

-Ela está na minha casa cuidando de nossos netos. 

-Que linda historia! 

-Você deve estar se perguntando porque lhe contei isso não? 

-Na verdade estou pensando o quão emocionante foi essa historia, mas já que o senhor mencionou isso... Por quê?

-Eu vi como a senhorita olha pro senhor Bieber e como o mesmo olha pra ti. Era o mesmo jeito que eu olhava pra Mell. Ele ter lhe dado um objeto tão importante pra ele é sinal de que ele a ama de verdade...Não importa o que aconteça, tentem sempre se manter juntos! E não faça nada por impulso... Isso pode machucar um dos dois...

-Eu sei... Digamos que quanto a parte de popularidade, o Bieber é quem tomava conta, mas quando a "fuga" e ao suicídio... Eu sou a Mell e o Jus é o senhor.... 

-Não estou lhe dizendo que sua historia com o Senhor Bieber será como a minha, nem que não haverá turbulências em seu relacionamento, mas vocês devem correr atras do amor e as vezes esfriar um pouco a cabeça antes de mais nada...

-Obrigada Joseph! Vou seguir seus conselhos!




O resto do caminho fomos conversando. Joseph era muito legal e conseguiu me distrair durante o trajeto até o aeroporto. Ele me ajudou com as malas e até me acompanhou no check-in. Chegou a hora de embarcar e eu me despedi dele com um abraço. Ele me ajudou muito! Fui para a sala de embarque e tentei ligar para minha mãe. Liguei uma, duas, três, quatro vezes e nada. Desisti e fiquei na espera de anunciarem o embarque. Havia chegado bem cedo, então fiquei quase uma hora esperando ali fora. Ouvi musica, mexi no celular, escrevi no diário que o Jus baixou pra mim, até que uma voz sai ecoa por todo o aeroporto.




-Senhores passageiros com destino a Stratford, devido ao mal tempo, o vôo foi atrasado para daqui a duas horas, quando o clima provavelmente terá melhorado. Obrigada pela atenção e esperamos que compreendam. 




Ótimo! Mais espera! Peguei o dinheiro que Pattie me deu e comprei umas revistas e guloseimas(sou gorda ok?) para me distrair. Duas horas ali sem fazer nada e eu comecei a ficar impaciente. Nada de vôo anunciado. Tentei ligar pra minha mãe, pro meu pai, pra tia Betty e nada. Esse amuleto do Justin só funciona pra ele! Comigo ele converte sorte em azar, só pode! A voz chatinha avisou de novo que o vôo iria atrasar mais uma hora. A esse ponto eu já ia explodir quando meu celular começa a tocar.




-alô?

-Oi, filha! Graças a Deus, consegui falar com você! O sinal de telefone aqui tá pessimo! Tive que pegar o telefone do vizinho! 

-Ué mãe, a senhora ainda está na casa da tia Betty? 

-Sim, por isso estou te ligando! As estradas estão todas interditadas por causa da neve! As maquinas estao trabalhando pra limpar tudo até amanha, então é bem provavel que eu só chegue em casa amanha a noite... Pattie está com você?

-Não, mãe! O Justin tem uma apresentaçao hoje e eu voltaria sozinha pra ficar com você... Até briguei com justin pois ele queria que eu fosse no evento, mas eu não quis ir...

-Desculpa filha, não vai dar mesmo! 

-mãe, meu vôo já foi atrasado duas vezes! Estou aqui já fazem quase 4 horas! Sozinha! Espera...






A voz anunciou que o vôo pra Stratford havia sido cancelado.





-Beleza mãe! O vôo foi cancelado!

-E o que vc tá esperando? Vai atrás do Justin! Sua presença é importante pra ele lá! 

-Ai meu Deus! Socorro! Vou desligar mãe! Tenho que correr pra lá! Beijos, te amo! Tchau! Até amanha!

-Tchau filha! Também te amo! 






Desliguei o celular peguei minhas malas e saí correndo. Liguei pra Pattie e pedi pra que ela mandasse Joseph me buscar e que ela não contasse pro Justin que eu estava voltando. Seria uma surpresa... Ela disse que reservaria um lugar pra mim ao lado de Jazzy na primeira fileira. Que saudade daquela coisinha pequerrucha e linda! Quando eu e Justin namorávamos a gente brincava que ela era nossa filha, mas desde o nosso término ou seja la o que foi aquilo, não vi mais minha bebê... Acho que finalmente o amuleto tá começando a funcionar! Aaaaah estou tão feliz com isso! Vou ver meu amor cantaaaaar! Esperei e esperei... Joseph demorou um pouco pra chegar. Já eram 18 horas e o Show é as 19:30. Deus! Tenho uma hora e 30 pra estar lá dentro! Assim que avistei Joseph no meio daquela muvuca de gente saí correndo igual louca e gritando pra ele me ver. Imagina se chamei atenção. Uma baixinha Correndo com mil malas por um aeroporto e gritando por um tal de joseph como se o mundo fosse acabar, e iria acabar pra mim se eu não chegasse a tempo nesse show! Joseph me notou e foi até mim para me ajudar com as malas. Perguntei pra ele finalmente:





-Joseph! Consegue chegar a tempo?

-Se o transito estiver livre, chegou faltando 40 minutos!

-Graças! Vamos logo então!





Corremos até o carro e eu só joguei as malas ali. Joseph estava meio lerdinho, ai eu peguei o carrinho de malas que ele carregava, joguei as outras malas no carro peguei impulso e fui duma vez encima do carrinho até o lugar onde devíamos deixá-los. Sou uma pessoa educada ok? Se vocês não fazem isso deviam fazer! Enfim, saí correndo e entrei no carto batendo a porta e gritando "cooorre Joseph!" e ele arrancou com o carro, que infelizmente, de nada adiantou, afinal, o transito estava um caos por causa da neve! Merdaaaa! Ficamos parados por uns 30 minutos em uma das vias, até que Joseph ligou para um amigo que era policial e estava ali perto para nos ajudar a desviar dos congestionamentos. Ele pediu para os carros irem desviando e ajudou Joseph a passar por uma via mais livre. Agradeci ao policial quando ele encostou ali ao nosso lado. Chegamos lá na porta 5 minutos antes, mas o carinha do portao não deixou entrarmos com o carro pois Joseph e eu estávamos sem o cartão que libera a entrada pra equipe. 




-Moço, sou amiga do Justin desde que nasci! 

-Aham... No mínimo umas 20 meninas já me disseram isso só hoje! 

-Se está duvidando de mim, pode olhar na internet.

-Desculpe mocinha, esta não é minha função... 

-A Pattie autorizou minha entrada!

-Desculpe querida, ela não me informou sobre nada! 

-Pode chamá-la?

-Desculpe, o show já vai começar... Não posso interferir em nada la dentro! 

-Mas moço tenho que entrar antes do Show começar! 

-Desculpe se você não tem ingresso mocinha, mas se passar por amiga intima do Justin não a fará entrar! 

-Mas moço!!!!

-Sem "mas" mocinha! 

-Espera então moço... Vou tentar falar com alguém lá de dentro moço! 





Liguei pra Pattie e não atendeu. O telefone de Scooter estava ocupado. O de Jeremy estava fora de serviço. 3 minutos pra eu entrar e os ingressos já foram esgotados... O jeito é invadir essa porra! Voltei pra dentro do carro e falei com Joseph.





-Joseph, preciso que você distraia os seguranças pra eu entrar.

-Ficou louca? 

-Ué, você mesmo disse para sempre ficar junto a Justin e é isso que eu vou fazer! Vou atras dele! 

-Tudo bem então... Temos dois minutos. Fica esperta! 





Joseph desceu do carro e começou a tossir sem parar. Colocou a mão no peito e continuou a tossir. Ele foi abaixando até sentar no chão e tossia sem parar. Achei que ele ia morrer quando ele dei uma piscadinha pra mim. Saquei o sinal.





-Socorro gente! Ele tá passando mal! Alguém me ajuda! 





Os dois seguranças vieram "ajudar" Joseph. Deixando a entrada livre. Saí correndo e entrei lá. Ok agora pra onde eu vou? Um moooonte de portas na minha frente. Já estava na hora. DEUS DO CÉU! Sai abrindo todas e estavam todas vazias. Achei o camarim do Justin mas ele não estava mais lá. Corri pra todos os lados ali e nada nem ninguem que pudesse me ajudar. Achei uma escada e subi. No final havia uma porta, mas ela dava na parte suerior da platéia cheia de menina doida gritando. Não havia ninguem no palco ainda. Ótimo ainda tenho tempo. Desci as escadas e virei em outro corredor. Tinha um cara no celular. SCOOTER EU TE AMO! Sai correndo até Scooter e ele desligou o telefone.




-Sammy? O que está fazendo aqui? E por que está descabelada?

-Longa historia! Não é pra agora! Pattie reservou um lugar pra mim ao lado da Jazzy... Como eu chego lá? 

-Vixi, tem que dar a volta, mas eu te levo lá... venha!





Scooter me levou do outro lado daquele treco e eu ouvi os gritos ficarem mais altos. Justin estava falando no microfone. 





-Corre, Scooter! 





Corremos e eu abri a porta de uma vez. Todo mundo olhou pra mim naquele momento, inclusive ele, que disse "Sammy?" no microfone. Oh Lord olhares de repressão... Scooter me deu a mão e me levou até meu lugar. Eu agradeci e cumprimentei com um tchauzinho todo mundo ali. Mas espera ai, por que essas meninas escandalosas estão caladas justo agora? 




-Sammyyyyyy! - a Jazzy gritou pulando no meu colo. 

Todos riram do gritinho dela 

-Shhhh Jazzy! O show vai começar, princesa! 




Ela colocou as mãozinhas na boca e sentou-se ali. Justin me olhava feito bobo sentado ao lado de Dan ali. Dei um tchau pra ele e ele sorriu. O sorriso mais lindo! 



Ele começou a falar com a platéia pelo microfone e agora os gritos tomaram conta do lugar. Ele tocou algumas das musicas novas e eu me lembrei das letras que ele cantou pra mim. Ele pediu para que Dan continuasse tocando enquanto ele iria fazer uma pausa e entrou atras da parede do palco. Estava tudo maravilhoso! Comecei a brincar com Jazzy e ela ria na maior altura! Coisinha mais linda essa menina! Ela começou a andar por ali e pegou na mãozinha do Jaxon e começou a passear com ele de uma ponta a outra da nossa fileira. Falei pra eles se sentarem porque logo Jus voltaria. Eles se sentaram ali e começar a brincar de alguma coisa que eu não consegui identificar. Pattie foi pra trás do palco também e eu comecei a me preocupar. Será que o Justin estava passando mal? Ryan(G) apareceu ali na platéia e se sentou do meu lado. 





-Ryan? O Justin está bem?

-Está sim, por quê?

-Sei lá... Ele sumiu já tem um bom tempo e Pattie foi atras do palco também... 

-Ah, o Justin deve ter ido pegar o spray pra garganta dele e a Pattie deve ter ido no banheiro de lá que é mais limpo...

-É... Deve ser isso mesmo...




Depois disso uma garota atras de mim me cutucou.




-Oi?

-Oi! Você é a Sammy?

-Sou sim! Por quê?

-Mary!- ela cutucou a amiga do lado - essa é a namorada do Justin! 

-Não gente... Sou só amiga dele! 

-Ah Sammy! Todos sabem que não é só isso! A gente assistiu o programa da Ellen! Ah! E o que havia dentro daquela caixa?

-O-o q-que?

-É a caixa que a Ellen deu pra vocês! 





Essa Ellen me paga por essa!





-Bem... Lá dentro... É... Lá tinham... É.... 





Pra minha sorte Justin entrou no palco naquele momento. 





-Vai começar de novo garotas! Bom show pra vocês!

-Espera! Mãe tira uma foto nossa?posso tirar uma foto com você Sammy?

-Claro!





Tiramos a foto e voltamos a assistir o show. Ele cantou mais algumas musicas, chamou Jazzy no palco:






 chamou uma fã pra cantar Never Say Never com ele e deu um violão autografado pra ela(sortuda!):






 e ele anunciou que cantaria a ultima musica.





-Bem gente, tivemos uma noite maravilhosa hoje! Fico feliz por ter cantando o meu novo álbum todo hoje nessa apresentação exclusiva! A única do álbum todo! Muito obrigada pela presença de todos vocês! Meu álbum está sendo lançado hoje e espero que todos aproveitem o Natal com minhas musicas. Agora eu vou cantar minha ultima musica do álbum. Essa é especial. E pra isso eu gostaria de chamar a inspiração dessa musica aqui no palco. Foi com todo meu coração e com meus sentimentos que eu escrevi essa musica, para demonstrar o quando eu sofri nesse ultimo ano e como eu não sou nada sem você... 



*Samantha off*




_________________________________________________________________________-

não me matem pela demora, eu estava pensando em como dividir esse capitulo em dois sem prejudicar a historia, mas mesmo assim n ficou lá grande coisa, o próximo capitulo é o orgulho da mamãe! estou in love por ele! gente eu não acredito que o próximo é o ULTIMO CAPÍTULO DESSA TEMPORADA! sim sim, é tixti, mas ... estou escrevendo a segunda, apesar de não ter ideia ainda do que vai acontecer, eu ja comecei a escrever. acho que é isso e AMANHA TEM JUSTIN NO FANTÁSTICO! gente até hoje eu ainda dou piti vendo esse vídeo de NSN! na boa, é O MEU SONHO ALI! kkkkkk bjobjo e até o proximoooo!

5 comentários:

  1. haha' pela primeira vez eu sou a primeira ~~Pula~~
    então , eu tenho um "trauma" por balas nerds porque quando comi pela primeira vez fiquei meio doidona e fiquei presa no elevador O.O , chorei pra caramba na quele dia , e ainda levei uma bronca haha'.
    Então você tambem entra na historia ? ai como é bom saber que não sou a unica ((:
    Então você ficou maluquinha quando não respondeu ? , ainda bem que respondeu no capitulo anterior .
    Bom só isso mesmo amor , beijinhos
    BY : A maluca de sempre

    ResponderExcluir
  2. MESNINAS LINDAS ENTREM NESSE BLOG SIGAM COMENTE E DIVULGUEM. MAS NAO NA HISTORIA BOYFRIEND E SIM NA AMOR DE INFANCIA. MAS NAO VAO SO PARA PEDIR DIVULGAÇAO OK? AJUDEM ELAS A CONSEGUIR 100 SEGDORES --> http://imagine-beliebers-s2.blogspot.com.br/2012/06/amor-de-infancia-cap-23.html?m=1

    ResponderExcluir
  3. TA MUITO PERFEITO CAROLLL
    POSTA LOGO O ULTIMO CAP!!!! E COMECA LOGO A 2 TEMP!!!

    ResponderExcluir
  4. Seu imagine está na minha lista de número um, perfeita!! Divulga? https://www.fanfiction.com.br/historia/233230/Are_All_Wrong
    É a minha Imagine. Thanks. Continuaa. XOXO

    ResponderExcluir
  5. Muito perfecttt *.*
    continuaaaaa, quero saber o fim da primeira tempp
    xx

    ResponderExcluir